Eu escrevo em blogs desde 2010 e estou sentindo falta de escrever.

Não digo fazer "resenhas" - meus textos não podem ser chamados de resenha, ou falar sobre filmes, digo escrever de verdade: sobre a vida, o cotidiano, como eu odeio calor, o que eu aprendi por aí e etcetera. Ninguém sabe, mas era isso que eu fazia quando tinha 15 anos e sinto muita - foco no muita - falta. Obviamente não escrevo com frequência, mas quando escrevo, escrevo pra valer. E isso é bom. Me deixa leve, como estou agora, e sempre abro um pouquinho mais a minha mente de alguma forma. Escrever me faz bem e auxilia meu amadurecimento. Principalmente quando leio textos antigos.

Meu primeiro blog - que existe até hoje - se chama(va) Desabafos e Lamentações e era exatamente isso que eu fazia/faço por lá ainda. Ele mudou de nome, mas sempre será o querido DL. Porém, por ser um espaço tão pessoal onde falo de tudo, literalmente, não tenho coragem de tirar do privado, então tive uma ideia - mais uma pra coleção: vou trazer alguns textos pra cá!

Eu sabia que eu estava meio desanimada com o blog e no fundo eu sabia porque: amo livros, amo filmes, porém também amo escrever sobre coisas aleatórias - como por exemplo aquele pardalzinho que vem eventualmente visitar a minha janela de manhã. Prepare seu melhor guarda-chuva porque a previsão é uma tempestade de palavras!

Deixe um comentário