Até onde você vai na defesa de uma causa?

Edukators conta a história de três amigos, Jan, Peter e Jule, que acabam sequestrando um milionário por acidente enquanto estão "educando" seu modo de viver. Eles invadem casas, reorganizam os pertences do morador e deixam para trás apenas uma carta dizendo "Você tem muito dinheiro.". Eles não roubam nada, a ideia da invasão é acumular o excesso em pontos X da casa e assustar o morador quanto este retornar. 

Em uma viagem de Peter, Jan acaba inserindo Jule nos Edukators e ela decide invadir a casa do homem que a processou por ela ter riscado seu carro com uma chave. Nessa invasão, Jule esquece seu celular na casa e eles tem que voltar para pega-lo, nisso esbarram com o dono e a história se desenrola. Em paralelo, Jan e Jule acabam se apaixonando na ausência de Peter, namorado atual de Jule, então eles tem que lidar com duas coisas: o que fazemos com o cara sequestrado e contamos ou não para Peter que estamos apaixonados.

A mensagem final do filme foi o que mais me tocou, principalmente porque é um de meus ideais: pare de acumular, o dinheiro e os objetos materiais não trazem felicidade. E não foi uma coisa esfregada na sua cara, afinal os ativistas e o milionário tem ideais diferentes e fortes argumentos dos dois lados. O filme levanta uma discussão atual e que atinge todo mundo, principalmente, na minha opinião, quem está entrando na faculdade agora ou quem está decidindo o que quer fazer da vida. A pessoa decide que o sonho da vida dela é ser ator e sempre terá alguém para apontar e dizer "isso não dá dinheiro, você vai passar fome e morar debaixo da ponte", e digo isso por experiência própria. Mas tem uma passagem no filme que resume bem o que eu penso: "éramos pobres, mas éramos felizes".

Edukators é um filme recomendadíssimo, e vale lembrar que é alemão.

Deixe um comentário