Para o tema documentário do desafio de cinema, por que não um sobre a minha própria cidade? O documentário traz relatos sobre a cidade por volta dos anos de 1940. Não se têm registros exatos mas segundo esse site, é de 1941. Eles reproduziram uma reportagem feita pelo Correio de Uberlândia, vale a leitura.

Eu achei muito interessante conhecer um pouco da Uberlândia daquela época e ver a selva de pedra na qual ela se tornou em apenas 74 anos. Por volta dos 12 minutos no filme vemos uma suástica nazista em uma mesa no Rotary Club e existem especulações que este foi gravado pouco antes do Brasil declarar guerra contra a Alemanha, na Segunda Guerra Mundial.

Curiosidades sobre a cidade naquela época:
- Em 1941, Uberlândia possuía uma população estimada em pouco mais de 20 mil habitantes
- Na virada da década, a frota de veículos era de 172 carros, 160 caminhões, 333 bicicletas e 363 carroças
- A cidade tinha 13 avenidas, 81 ruas, 12 praças e 9 travessas, distribuídas em 8 bairros
- Havia 4 cinemas, 7 hotéis, 20 pensões, 3 restaurantes e 8 postos de gasolina
- Tinha 6.483 edificações, sendo 3.166 residências e 3.317 prédios comerciais
- O prefeito na época era nomeado pelo presidente Getúlio Vargas. Naquele ano, Vasco Gifoni estava em sua terceira gestão consecutiva


Gosto muito de história e mergulhar na história da minha cidade foi maravilhoso. E acho que a partir daqui tentarei seguir a ordem do desafio. Acho.

Páginas sugeridas:
Antonio Pereira da Silva - Histórias de Uberlândia
História de Uberlândia
Fotos antigas de Uberlândia

Essa postagem faz parte do desafio de cinema 52 filmes em 52 semanas, criado pelo blog Querido Click! Ninguém pode me julgar por não seguir a ordem - ou por simplesmente não assistir um filme por semana.

Deixe um comentário