Nunca foi tão difícil escrever um resumo do mês.

sobre agosto:

Acho que agosto estava destinado a ser um mês ruim considerando que já no seu primeiro dia a vida me obrigou a assistir um filme de terror no cinema. Não dá nem pra acreditar que agosto acabou, pois amigos, esse mês durou no mínimo cinco anos, com as semanas passando rápido e os dias, bem devagar. Bem. Devagar. Bem..................................... devagar.......................... Assim, sabe. Dormi. Da vida, esse mês, fiz meu primeiro ensaio, fiz cinco anos de diarinho - ou seja, cinco anos que uso o Blogger para desabafar sobre a vida, o universo e tudo mais, resolvi trazer mais do mundo da fotografia pra cá, mudei o layout (de novo, esfregue na minha cara), percebi de vez que tenho que me mover pra sair desse sedentarismo, viajei sozinha pela primeira vez e fiz meu primeiro freela. De livros, terminei O Aprendiz de Assassino, li um livro inteiro em inglês e li quatro livros completos. Somamos seis livros terminados em agosto. De filmes, fui no cinema assistir Pixels, mas acabei assistindo Sobrenatural, resolvi testar a magia da Netflix e gente que coisa incrível, usem e amem, lá assisti Jogos Vorazes: A Esperança - parte 1 e Clube dos Cinco. De séries, Faking It volta hoje e em uma semana assisti toda a primeira temporada de How I Met Your Mother (será que termino antes do meu primeiro mês grátis? Dúvidas). De música, passei a maior parte do mês ouvindo Little Mix.

Clube dos Cinco (1985)
Eu não entendi toda a comoção em cima desse filme e me sinto mal por não ter gostado tanto assim (?). Não foi um filme horrível, houve sim identificação com os personagens, mas me senti mais um híbrido do que fielmente representada naqueles adolescentes. Eles têm bons diálogos e pensamento forte, mas só, o filme no conjunto não me cativou e terminou assim como começou: vazio. São adolescentes sendo adolescentes na detenção. Quero rever e vou esperar uns dez anos para fazer isso, vai que meu pensamento muda. Não dei estrelas por não saber lidar (mas não quer dizer que odiei).

verdades.

Jogos Vorazes: A Esperança - parte 1 (2014)
EU PRECISO DA CONTINUAÇÃO. Me arrependo de não ter ido no cinema assistir esse filme. Pegou toda a essência do livro e dissecou ali naquele roteiro, todo o pensamento político e a Katniss não sabendo lidar com tudo aquilo e gente me ajuda eu preciso de novembro na minha vida para ver aquela coisa preta dominando a cidade. É TRETA, É TRETA. E dessa vez vou assistir no cinema.


How I Met Your Mother
Essa série me faz pensar na vida, em como lidar com a vida e as vezes me faz querer fugir dela. E me faz ver que tudo bem ter problemas, cometer erros, ter medos, e as vezes não saber lidar com essa coisa louca que é a vida adulta.


The Little Prince, de Antoine de Saint-Exupéry
O livro que li todo em inglês. Não foi nada difícil, apesar de tropeçar em algumas palavras, e eu não achei tudo isso que todo mundo fala. É bonitinho, têm grandes pensamentos, mas não me cativou. Foi só mais um bom livro.

You can only truly see with the heart. What is important is invisible to the eye.

Lugar de Mulher, de Ana Paula Barbi, Clara Averbuck e Mari Messias
Depois de ler Vacaciones (<3) e Quinze Tons de Constrangimento, resolvi mergulhar em Lugar de Mulher também para fechar a maratona Ana Paula Barbi. O livro é uma extensão do blog e trata do que elas tratam por lá: feminismo, sexualidade e o mundo da mulher como um todo. Vale a pena a leitura (e a visita).

(...) mas que melhorada dá a vida quando você passa a se importar menos.

Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios, de Marçal Aquino
Só não teve resenha porque não sei ainda o que escrever sobre esse livro. Um homem, fotógrafo, um relato, amor platônico e poesia. Foi um livro que amei ler apesar de ser triste e melancólico. Eu não saberia escrever sobre ele.

O segredo, dizia Chang, o china da loja, não é descobrir o que as pessoas escondem, e sim entender o que elas mostram.

O Aprendiz de Assassino, Para cima e não para norte e A Obscena Senhora D tiveram suas próprias resenhas, basta clicar nos títulos. E talvez o mês não tenha sido lá muito bom por eu não saber lidar com primeiras vezes. Por aqui os posts foram resumidos à memes e resenhas. E eu quase cogitei participar do BEDA que teve, mas me contive, e graças ao dito cujo conheci muitos blogs legais.

MOVIE BOX [#2]: IN CLOSE-UP
Que vergonha, demorei três meses para voltar ao diário de leitura. A partir de agora pretendo fazer uma coisa mais diária de verdade com pelo menos um comentário por mês. "A portait! What could be more simple and more profound?" Nesse capítulo nós falamos de retratos e acompanhamos biografias curtas de atores, atrizes e diretores. E talvez eu tenha desistido de vez do YouTube? São questões. O inglês continua relativamente fácil, só teve essa palavra que eu nunca tinha ouvido na minha vida, pesquisei, e segui com a vida.

A tal palavra:
flibbertigibbet [FLIB-ER-TEE-JIB-IT]
noun 1. a chattering or flighty, light-headed person; 2. Archaic, a gossip

It is part of the photographer's art to learn not just how to control the lights and master all the technical aspects involved, but also to understand in just a few minutes who the person in front of him really is, what character traits could be drawn out, and quietly to persuade him or her to begin to interact with the camera - a game of invention and complicity.

LINKS


Ufa! Seu agosto foi um desgosto ou você soube lidar?

2 Comentários

  1. Agosto é sempre um mês esquisito pra mim, não sei o motivo. Demora 39 anos para os 31 dias passarem, e nunca tem muita coisa boa acontecendo. HAHA, mas vida que segue, ainda bem que amanhã é (finalmente) setembro! AHH, você começou a assistir How I Met Your Mother! É muito amor, muito mesmo.

    E, OMG, tem um texto meu ali no meio dos links. ♥
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma amiga insistiu tanto para eu assistir HIMYM que acabei cedendo, melhor coisa que eu fiz <3

      O engraçado (?) de agosto é que ele é (teoricamente) do mesmo tamanho que julho, mas julho passou voando e............ agosto................................ foi..................... assim. Zzzz. Sobre setembro: quero.

      Texto seu é cadeira cativa no resumo do mês, hahaha <3

      Excluir