O retrato é provavelmente a fotografia mais intimista e sincera a ser tirada. E a mais difícil. Difícil de criar, deixar e ficar a vontade, e mostrar quem aquela pessoa é - ou quer ser, naquele momento. E ao mesmo tempo que conta uma história através daquela fotografia: quem é a pessoa, o que ela está fazendo e qual mensagem ela quer passar. Se é que ela quer passar. No último diário de leitura do Movie Box o tema foi retratos, então me inspirei a trazer um pouco dessa arte antiga hoje."A portait! What could be more simple and more profound?", como disse Charles Baudelaire. Tirando toda a parte psicológica, a técnica chega a ser uma das mais simples: foque nos olhos. 

Mas a menos que você queira uma segunda versão da foto do RG, use a criatividade e busque novos lugares para fotografar, nem só de uma pessoa estática e sem expressão olhando para a câmera vive um retrato. Conte uma história, tire uma foto com personalidade - tanto sua, quanto do fotografado. Esqueça a parede branca por um momento e dê profundidade para a sua fotografia. Seja o mais natural possível e não se esqueça de sorrir, pois as pessoas têm medo da câmera (e nem todo retrato precisa sem em preto e branco, okay? Essa sou eu).






A definição de retrato seria a imagem de uma pessoa reproduzida por pintura, desenho ou fotografia, e dentro da fotografia essa definição fica mais complexa, pois nem toda fotografia é um retrato, mas todo retrato é uma fotografia. Podemos ter tanto os retratos "clássicos", que seria uma só pessoa como foco na foto, olhando ou não para a câmera, tanto também podemos ter retratos de família por exemplo, com um grupo de pessoas. A forma mais fácil de identificar se aquela fotografia é um retrato é procurando por um ou mais rostos em destaque.





Mas e o equipamento? Faço parte do time que brada que o equipamento não é importante. Quero falar disso mais pra frente, mas se você não quer trabalhar com isso não tem porquê se preocupar em comprar a melhor lente ou último lançamento da Nikon, tem gente que faz coisas incríveis só com o celular! Por via de curiosidade eu uso uma Nikon D60 que já saiu de linha e a lente do kit, a 18-55mm, que ainda por cima comprei usadas. ¯\_(ツ)_/¯ O que eu estou tentando dizer é que são passinhos de formiga, se desesperar por equipamento sem saber pra que eles servem é dar tiro no pé e levar um rombo no bolso, pensa nisso.

Até quarta-feira que vem!

4 Comentários

  1. QUE FOTOS MARAVILHOSAS! me acode *clap clap* adoro tirar fotos mas só tenho uma camerazinha compacta maaaaaas é só um hobby então ta de boa <3
    Sempre quis uma Nikon D60 mas mamãe nunca comprou <//3
    stay-creepy.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO obrigada <3
      Se você quiser sair da compacta, usadas valem a pena dependendo do estado :)

      (ps.: adorei seu blog!)

      Excluir
  2. As fotos ficaram ótimas! Realmente retrato é o mais difícil até em desenhos, porque devemos passar sentimentos e personalidade do personagem, não adianta só fazer uma cópia de uma foto de artista e vejo a foto da mesma forma, temos que passar sentimentos e as suas passaram <3
    Fotografo só eventos, mas queria fotografar mais, porém as câmeras que uso são emprestas e meu sonho é ter Canon T5 (consigo pagar :p)

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! É muito gratificante ouvir isso <3

      (ps.: amei seu blog).

      Excluir