Quer dizer, quase. 

Fato é, o único livro que eu terminei esse mês foi Os Três Mosqueteiros, o qual eu estava lendo desde fevereiro do ano passado mais ou menos. Aliás, amei esse livro e na época escrevi sobre ele aqui, e talvez eu faça outro texto sobre ou sei lá. Mas acontece que eu terminei do dia 07 e desde então não consegui terminar mais nada e deixei várias leituras em andamento nesse mês de outubro que, veja só, já acabou:

A Marca de Atena, Rick Riordan: saudades Percy Jackson e os Olimpianos. Rick Riordan mandou bem na primeira série do Percy, mas nessa segunda, não está sendo fácil. Primeiro que eu descubro as coisas antes mesmo delas acontecerem. Segundo, acho que eu deduzi o desfecho dos próximos três livros: profecia da Annabeth, Nico e Hazel, todos lutam contra o mal, fim. Isso me desanimou totalmente, principalmente porque eu já comprei o último livro. Os livros de Os Heróis do Olimpo são arrastados e nada acontece, você não fica empolgado querendo saber a continuação. Eu faço parte do time que não se importa com o que acontece e sim com o como, mas nem quero mais saber como aconteceu por motivos de não ser obrigada. Não está sendo fácil.


Deuses Americanos, Neil Gaiman: li trinta páginas e cansei. Não que eu não estivesse gostando, na verdade eu estou muito curiosa para saber o que é que está acontecendo e quem é aquele cara, mas no momento não estou no clima, ultimamente, não estou conseguindo ler no ônibus, que é onde eu mais lia, e se você me acompanha sabe que meu fins de semana andam meio cheios de Netflix, ops.

As Vinhas da Ira, John Steinbeck: quando vi esse livro disponível no Kindle Unlimited não pensei duas vezes antes de baixar, mas infelizmente foi outro livro que comecei, achei ok, mas não consegui ir adiante. Aconteceu a mesma coisa que aconteceu acima, trinta páginas e deixei pra lá. Novamente a história até me conquistou, mas quando sento para ler até uma formiguinha na janela se torna mais interessante. 

As Crônicas de Gelo e Fogo: A Guerra dos Tronos, George Martin: esse daqui eu me dou um desconto porque deus que livro gigante. Eu estou lendo em eBook e é assustador passar duas mil páginas e continuar nos 2%. Já estou na página 60, o que é uma vitória e não tenho a pretensão de terminar tão cedo.


Treblinka, Jean François Steiner: estou lendo esse livro há mais tempo do que quero admitir. Eu comecei a ler na mesma época que o filme d'A Menina que Roubava Livros foi lançado, então faça as contas. Temática do meu interesse, porém não consigo ler rápido quando lembro que aquilo é não-ficção.

As Crônicas de Nárnia: O Cavalo e seu menino, C. S. Lewis: eu achei que ia amar Nárnia, e realmente amei o primeiro livro, o segundo nem tanto, mas ele é ok, mas o terceiro livro? Quero dormir em cima dele. Eu sempre visto minha capinha de criança etcetc, mas por enquanto é o livro mais chato da saga. Não, apenas não.

Harry Potter and the Philosopher's Stone, J. K. Rowling: acho que não preciso comentar, né? Depois que li O Pequeno Príncipe em inglês me empolguei e baixei pro Kindle a Pedra Filosofal, estaria ok e já teria terminado não fossem as falas do Hagrid, eu tenho que ler umas três vezes para entender do que é que ele está falando:

'Ah, go boil yer heads, both of yeh,' said Hagrig. 'Harry —yer a wizard.'
Gringotts is the safest place in the world fer anything yeh want ter keep safe —'cept maybe Hogwarts.

Deveria ter ouvido o coleguinha que disse que ler Harry Potter em inglês não é tão fácil assim, mas vou levando.


A Lâmina da Assassina, Sarah J. Mass: amei Trono de Vidro, queria ter pulado direto para A Coroa da Meia-Noite, fui ler A Lâmina da Assassina, e não poderia ter ficado mais entediada. Eu amei o primeiro livro da série, todo o mistério, a magia, tudo!, eu falei dele aqui, e simplesmente não consigo gostar desses contos que vieram antes da Celaena ser presa, como assim, você pode me perguntar, não faço a mínima ideia, eu te respondo. Talvez eu deixe esses contos pra lá e tente ler o segundo livro, mas desanimei totalmente da história e não quero estragar o que o primeiro livro me trouxe, me ajuda José.


E foi isso que eu tentei ler em outubro. Mas só de ter terminado Os Três Mosqueteiros já foi uma vitória!

Deixe um comentário