Ontem aconteceu uma coisa muito estranha. Mas voltemos a sexta-feira à noite para contextualizar.

Sexta-feira à noite eu estava usando o cartão do banco até que antes de dormir arrumei minha bolsa e guardei ele na carteira, em cima da bolsa coloquei o colar que eu ia usar com um anel, a intenção era ir ao cinema depois do trabalho e até aí tudo bem. Acordei cedo no sábado, daquele jeito, enrolei pra levantar até que enfim fui me arrumar, saí no horário, mas esqueci do colar e derrubei ele no tapete do quarto, e ali ficou até eu dar falta dele já no ponto de ônibus. Vida que segue.

O dia no trabalho foi o mais normal possível, quase até saí mais cedo e talvez se eu tivesse conseguido esses dez minutos a mais, eu teria ido ao cinema, mas saí às 16:00 como todo mundo, e o filme era às 16:15, daria tempo porque 1) era só descer as escadas; 2) não tinha fila na máquina de ingressos. Mas já chego lá. Quando peguei minha bolsa no armário e fui me trocar, enfiei o cartão que usei pra almoçar em qualquer lugar, me troquei e fui. Quando estava comprando o ingresso, cadê o cartão do banco? E não, não ando com dinheiro. Achei estranho, olhei na bolsa, nos bolsos, em toda carteira, e nada. "Esqueci em casa", pensei. Nisso eu não percebi que o cartão alimentação estava no lugar errado e na minha cabeça o espaço vazio da carteira era do cartão do banco. Fui pra casa meio chateada, mas pensando que talvez não era para eu ir no cinema naquele dia. Quando cheguei em casa, procurei em todos os cantos do quarto e nada, resolvi olhar de novo na carteira, vi que o cartão alimentação estava além de cabeça para baixo, no lugar errado e, quando resolvi arrumar, oh ali o cartão do banco! Eu já não iria mais no cinema naquele dia porque não ia fazer todo o caminho de volta (não valeria a pena gastar dois passes a mais por isso, prioridades), e fiquei pensando que a vida de vez em quando nos dá sinais.

Eu poderia ter reparado no cartão alimentação lá no shopping, eu poderia ter conferido de novo antes de entrar no ônibus, eu quase comprei um Milkshake, mas a fila estava muito grande, mas não fiz nada disso, simplesmente voltei para casa. "Pequenas coisas fazem grandes coisas acontecerem", o que será que teria acontecido se eu tivesse ido ao cinema naquele sábado, às 16:15 da tarde?

Deixe um comentário