Procurando por coisas aleatórias na Netflix, uma dessas coisas aleatórias que encontrei foi esse filme com a Alexis Bledel que na capa achei que era a Ellen Page (?), li a sinopse e coloquei pra rodar. Adoro ver filmes assim pois sempre posso me surpreender. Por ser um filme da Disney logo já deduzi qual seria o final, mas esses dois fatos não tiraram nada do filme. Foi uma história bem contada e amarrada, e que eu veria de novo. 

Tá, mas é sobre o que? Em meados do século XX, Winnie Foster se vê presa às garras da mãe e ao ser obrigada a partir para um colégio interno, foge para o bosque da família, lá descobre que a família Tuck vive às escondidas e eles possuem um segredo que pode mudar tudo, tanto para Winnie, quanto para o mundo. Agora que se apaixonou pelo filho mais novo da família, tem que decidir se ficará com eles, ou voltará para casa.

Primeiro, vamos lembrar que estamos falando de um filme da Disney, alguma mensagem esse filme vai deixar seja quem for que esteja assistindo. Uma mistura de fantasia com a realidade que eles sabem fazer muito bem, e o visual de época que consegue me conquistar de primeira. O filme é sutil. Mas, faltou alguma coisa. Ele é completo de várias formas e acredito que se fosse mais longo, estragaria. Mas mesmo assim, senti falta de algo. Só por isso ele perdeu meia estrela. Mas não veja isso como uma coisa ruim, eu realmente amei o filme e pode ser que para você não falte nada. Uma das coisas que eu mais gostei foi a narração do filme, me lembrou um pouco A incrível história de Adaline, inclusive o plot é parecido. Não quero falar muito para não revelar a história, então parei por aqui.

Time is like a wheel. Turning and turning - never stopping. And the woods are the center; the hub of the wheel. It began the first week of summer, a strange and breathless time when accident, or fate, bring lives together. When people are led to do things, they've never done before. On this summersday, not so very long ago, the wheel set lives in motion in mysterious ways.

Deixe um comentário