Foi-se o tempo em que eu conseguia tirar uma foto por dia e postar no Instagram religiosamente. Parece que quando eu fico muito tempo sem praticar, eu perco o ritmo e parece que perdi o ritmo de final do ano passado pra cá. Ultimamente ando com vontade de fotografar comida e de voltar ao Parque do Sabiá, toda vez que vou lá faço alguma coisa diferente. Acho que essa falta de inspiração vem do não tentar coisas novas, não sair do lugar comum. Eu tenho vontade de tentar um monte de coisas, mas acabo sempre na minha zona de conforto.


Chica é a câmera analógica da família. Falando assim parece uma coisa grande, mas é só a câmera que já está aqui desde antes de eu nascer, que eu me lembre. A última vez que brinquei com ela tirei um monte de fotos aleatórias, a maioria do meu gato, e fiz até um mural no quarto.

Sair da minha zona de conforto, também conhecida como meu quarto. Já fotografei muitos livros. E também preciso cair na real que lidar com (muita) gente não é a minha praia. Ensaios com uma ou duas pessoas, ótimo. Super eventos? Nem tanto. E ir pra rua também quer dizer literalmente a rua, não só o Parque do Sabiá.

E estudar mais. Fazer especializações em algumas áreas. Estudar minha própria câmera. Eu sinto falta de estudar at all.

E não, esse texto não tem conclusão e nem resposta pra pergunta do título.

Deixe um comentário