Às vezes eu preciso sumir. Preciso de silêncio. Preciso de um canto para pensar, refletir, analisar: onde estou, quem sou, qual o próximo passo. Ou só de silêncio para terminar o dia que em geral já foi estressante e barulhento demais. Eu só queria um tempo para mim, para um banho quente e calmo, ouvindo apenas o som da água saindo do chuveiro. Queria poder assistir um vídeo de ASMR sem meu notebook fazer cosplay de máquina de lavar e ficar gritando quarto adentro. Queria silêncio total.

Nesse momento só tem uma pessoa com quem eu seria capaz de compartilhar a paz e o caos da mente ao mesmo tempo - e essa pessoa não pode estar aqui pessoalmente, então escrevo.

Sonho com um canto para chamar de nosso, mesmo no meio dessas minhas aflições. Você faz com que elas pareçam menores e meio que são. Consigo lidar melhor com todas as crises quando estamos juntos. Consigo ficar leve mesmo com todo o peso do mundo me impulsionando para baixo, e contigo, mesmo nesses momentos, subo alto como um balão. Você me dá tudo o que preciso e nesse momento preciso de você.

E que meu notebook não morra.

2 Comentários

  1. Me identifiquei demais com seu texto! E não estou falando isso só porque não tenho o que comentar. Tem dias que preciso muito ficar só, em silêncio, só pensando, tenho uma necessidade urgente disso. Imagine o aperto que passo morando numa casa com 7 pessoas? Quase nunca consigo esse espaço. Todo mundo está sempre exigindo minha atenção, para coisas extremamente banais... é muito cansativo. Fico sonhando todo dia em morar sozinha, numa casa só pra mim. Mas a gente vai levando né. Espero que sue notebook não morra mesmo (o meu também tá nas últimas) e que você consiga esse espaço sempre que precisar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes preciso sumir até de mim mesma!!!! Desejo o mesmo pra ti Marina, paz de espírito é mais que necessária de tempos em tempos, que a gente consiga essa que tanto almejamos <3

      Excluir