A arte de entrar na livraria, pegar um livro aleatório e começar a lê-lo ali mesmo. Ler um ou dois capítulos e decidir que você quer terminar aquela história, e não será ali, em pé. Será sentado em alguma poltrona do shopping, no caminho para casa ou vice-versa. Um livro que te conquista no primeiro parágrafo e faz com que você o leve para casa. Para todos os lugares.

Tinha me esquecido como é bom ir em livrarias e comprar pessoalmente uma cópia. Começar a ler imediatamente. A Amazon estrega rápido, mas não entrega no momento, não é a mesma coisa. Não é o mesmo que estar entediado, entrar numa livraria e deixar um livro te escolher. Um Kindle não é como virar as folhas de papel. Falta alguma coisa. Com um livro-livro as páginas me levam para outro planeta - e eu amo o Kindle! mas os livros-livros tem o poder de que eu esqueça tudo que está ao meu redor. Estou aborta na história completamente, me sinto lá dentro, alheia as pessoas chatas, ao mundo chato, a vida chata.

Ler é a melhor coisa do mundo.

Deixe um comentário