É fácil ser feliz com você. É fácil te amar. Basta um olhar mais demorado, um sorriso de canto, um toque de carinho. Já disse, parecemos ter saído de um filme. Enquanto você me abraçava e eu olhava para o teto, desejava que houvesse alguém gravando a aquela cena para poder assistir depois, repetidas vezes. Nossa história parece um filme, você ainda parece um sonho, parece saído de um sonho. O sonho que eu não sabia que tinha. E da mesma forma que te amo fácil tento lidar com a saudade de forma fácil, mas nem sempre é possível. Ela grita, me deixa com vontade de escrever e fazer as mais belas declarações, você toma conta da minha mente, eu só consigo pensar na gente. Não amo sentir saudade mas a saudade faz com que as borboletas retornem ao lembrar de seu sorriso. Amo ter borboletas por você. Tudo é fácil quando estamos juntos pois fazemos tudo em equipe, o apoio é mútuo, o abraço aquece, o beijo se completa e deles saem sorrisos. Amo sorrir lembrando de nós, pensando em você. 

Enquanto escrevo parte desse texto estou literalmente olhando para você. Será que você se recorda do momento? Quinta-feira, você assistia TV e jogava ao mesmo tempo, às vezes sorria. Concentrado. Acho que nem notou. Como dizia Tiago Iorc, amei te ver. Sua barba voltando - é incrível como ela cresce rápido, seus olhos brilhando,  seu cabelo crescendo, você parece em paz. Meus olhos dançam em direção aos seus e descem rumo a sua boca, daqui a pouco é hora de dizer adeus, mas eu volto, sempre volto. Por mim dormiria contigo todos os dias. Tudo o que você faz eu falo que é bom, mas porque realmente é. Seu toque é bom, seu carinho me dá paz, seu abraço completa o meu, seu beijo se encaixa facilmente no meu. Amei te ver, amo te ter.

Amo estar com você.


Deixe um comentário