e olha que hoje é dia 25.

preciso tomar chuva, levantar o rosto debaixo de uma tempestade, minha crise tornou-se interna, é uma briga minha comigo mesma. é incrível e triste ver como há um ano eu estava passando por uma crise parecida. ano passado me sentia sozinha, perdida, estagnada, não vou mentir, às vezes ainda me sinto naquela estrada para lugar nenhum. mas dessa vez é sobre saber o que preciso fazer, como fazer, e simplesmente fingir que não sei e ficar parada por opção. uma opção meio bosta sendo que eu podia estar lutando lá fora, mas estou aqui sentada em negação. acorda pra vida, grita minha voz interior.

o que é que estou fazendo com a minha vida?

era a pergunta que eu me fazia há um ano, e repito, com outro tons. o que é que estou fazendo com a minha vida que não fui atrás do que eu preciso até agora? o que é que estou fazendo com a minha vida que estou reclamando igual uma velha ranzinza ao invés de fazer as coisas? tenho tudo a meu alcance mas não faço nada. e eu fui a parcialmente culpada por esse mês ter sido meio bosta. 
minha reação ao notar o tempo perdido

todo começo de mês é a mesma coisa, falo que vou correr atrás, mas nem gosto de correr. o sentimento do passado era sobre não ter pelo o que lutar, agora tem, e até bastante coisa. "talvez isso a tenha deixado estagnada, não ter pelo o que lutar, mas seria uma luta sem vencedor, então foi bom sair dessa batalha relativamente ilesa. mas você está começando novas batalhas, e não se sente preparada para elas, mas quem está preparada? ninguém. você só precisa de foco e coragem, o resto a gente dá um jeito."

estou começando novas batalhas, na verdade, já comecei, apenas não assumi o posto de soldado, e estou preparada para derramar quanto sangue for necessário para ir adiante e alcançar o que acredito. eu sempre dou um jeito. 

o que é que estou fazendo com a minha vida? bom, estou vivendo. ou tentando.

4 Comentários

  1. cara isso é complicado, já passei por isso, de não saber o que fazer e ficar estagnada, mas você sabe o que fazer né? não vou dar uma de psicologa, só te desejo sorte, sai dessa bad logo Lud :3


    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é aquela coisa de saber o que é preciso mas ter medo de tentar sabe?

      Excluir
  2. O pior de tudo são essas crises. Se deixar, elas te levam e não tem mais volta. Super me identifiquei com esse momento da sua vida, o medo de fazer o que tem que fazer, o medo de jogar tudo pro ar e ir atras do que é preciso. Nossa, nostálgica agora. Boa sorte pra você.

    Um abraço,
    http://julietincrisis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir