Domingos no geral são dias cheios de ócio.

Acordei cedo, fui pro tapete me alongar e respirar como todo dia desde os últimos nove dias e deixei a cama me engolir pelas outras 15 horas, e durante essas 15 horas comecei a pensar que o blog está muito fofo, mas que apesar de amar esse tema amarelinho-marrom e os girassóis apagados no topo, ele não vai ficar assim por muito tempo, porque eu me conheço, se tem uma coisa que eu sou é mutável, no melhor dos termos. Pelo menos em questão do blog isso é bastante perceptível, vide tudo o que aconteceu nos últimos 7 anos e meio.

Eu comprei um domínio, e usei meu próprio nome, pois sei que posso tirar "sob o sol..." dali a qualquer momento. Comprei um domínio porque se já passamos pela crise dos três, dos cinco e dos sete anos, é porque é pra ser. É porque não vou parar de escrever. E mesmo que acontece a próxima crise nos dez anos de blog, tudo bem também.

Mas por que eu blogo?

Porque lá em 2010 eu estava assistindo TV e MariMoon disse que seria bacana os adolescentes usarem blogs como diário, adotei a ideia e resolvi tentar, mas não é por isso que blogo. Eu poderia ter parado na primeira semana se fosse só por isso. Eu blogo porque escrever, para mim, é mais do que juntar um monte de letras e formar palavras, ou juntar um monte de palavras e formar frases de efeito, escrever, para mim, sempre foi escape, entendimento, me entender, compreender minhas emoções, descontar na folha de papel, ou na tela do computador tudo o que eu não podia ou queria falar pessoalmente. O que seria ignorado pelas pessoas a minha volta, o que eu tinha medo de dizer, eu escrevia.

Os motivos, assim como eu, foram mudando. Já escrevi sobre livros, hoje já não gosto mais. Quem sabe amanhã eles voltem. Já escrevi sobre filmes, hoje converso sobre eles sem medo de contar demais ou revelar a reviravolta emocionante. Eu nunca parei de escrever sobre mim. Minha vida, minhas experiências, meus medos, minhas vontades, minhas angústias e ansiedades. Eu blogo porque blogar me proporcionou conhecer pessoas incríveis que também blogam e eu carrego comigo no meu feed do Instagram, adicionadas no Facebook ou simplesmente naquele cantinho do coração.

Eu blogo porque eu gosto de conversar com as pessoas, mas faço isso melhor por meio das palavras escritas do que pelas ditas em voz alta.

camis - isa - loma 

2 Comentários

  1. Eu tô passando pela crise "fim de faculdade não aguento nem pensar em escrever" ahahahaha' Caminhando pros 6 anos de blog, ando um pouco paradinha, sem vontade de escrever... Mas concordo com você e escrevo também pelos mesmos motivos, conhecer pessoas legais, me expressar de um jeito que não consigo falando, ter um cantinho pra compartilhar coisas que eu gosto.. Me deu até vontade de voltar e dar uma mudada no meu blog ^-^

    Bjs!
    ¤ 31 de Março

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre que deixo o blog de lado vem aquela saudade de tá por aqui digitando.

      Excluir